Translate

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Minha primeira experiência com Bondage

O meu grande desejo era que fosse amarrada na cama e dominada de uma maneira diferente. eu estava excitada e queria de qualquer maneira ser possuída de uma maneira singular, até que criei coragem e pedi para ele me amarrar na cama. A principio ele achou estranho, um desejo esquisito, mas de qualquer maneira começoui a achar engraçado e também a ficar excitado com minha idéia.
Expliquei que queria ser amarrada na cama como a figura Humana de Leonardo da Vinci.
-Ok Nina, se você quer ser amarrada, como faremos isso? Com uma corda?
- Não com duas meia-calças. Respondi com sorriso leve. Achei intrigante eu ir dando todas as coordenadas a ele.
Ele amarrou-me na cabeiceira da cama, depois amarou minhas pernas abertas nos pés da cama. Fiquei imobilizada. Pedi que vedasse meus olhos, e assim ele fez.
Estava imobilizada e com os olhos vedados. O fato de não saber o que ele tinha em mente, o que ele faria em seguida me deixava com o nível de excitação maior ainda.Massageou minhas pernas, minha virilha, minha vagina, minha barriga, seios e ombros. Ele lambe minhas axilas e chupa meus biceps. Beija a minha boca. Sinto apenas suas mãos sôfregas e sua língua macia. Mantinha distância de seu corpo do meu.
Lentamente ele começou a sugar os dedos dos meus pés. Aquela sensação diferente me deixou mais e mais excitada.E enquanto ele sugava os dedos dos meus pés ele apertava a minha virilha.
Ele, fica em cima de mim, posso sentir deu cheiro. Ele coloca seu pênis em minha boca enquanto eu chupo, sugo e mordo. Ele geme! Mal posso me mexer, a não ser a boca e a língua que entram em movimento frenético.Sugando de leve, sugo seu saco, coloco tudo dentro da boca, sugo e as movimento dentro de minha boca com a língua. Lambo o períneo e seu ânus. Ele geme.
Ficou silêncio no quarto. Silêncio total, que me deixou com medo. Não chamei seu nome. Apenas esperei...a minha espera foi encerrada com um gelo em meu clitóris, uma pedra de gelo entrando na minha vagina e em segundos depois a lingua quente quebrando o frio.Suas mãos deslizavam sobre minha barriga, chegando aos meus seios, deixando o bico dos meus mamilos completamente eretos.
Ele me lambe e me chupa.Ele pinga velas em meus seios, minha barriga e em minhas cochas. A sensação é deliciosa, quase eu gozo nesse momento. Ele pega as pedras de gelo e passa em cima da cera que já secara. Passa a pedra de gelo em minha boca e me beija.
Não falo nada em nenhum momento. Me controlo! Não falo nada.
Ele me penetra, lentamente e deliciosamente. Sinto seu corpo por inteiro nesse momento. estocada com mais estocadas. Ele morde lentamente os meus mamilos - me seguro firme para não gozar porque aquele ainda não era o momento. Ele me penetra frenéticamente, lentamente, em estocadas ritimadas. Minha respiração acelera mais e mais, o gozo intenso toma conta de meu corpo. Não posso me mover. Minha carne fica muito trêmula e ele goza...


5 comentários:

Anônimo disse...

Você viveu isso mesmo?

Anônimo disse...

Fiquei batendo uma punheta para você!

Anônimo disse...

Fiquei batendo uma punheta para você!(2)

Nina Capucci disse...

Sim vivi! :O)

Anônimo disse...

Faltou ser judiada um pouquinho. Vc ia gozar mais de uma vez